quinta-feira, 30 de abril de 2015

O PMDB merece e os peemedebistas mais ainda

Agora o senhor Eduardo Pinho Moreira que está nos Estados Unidos, estudando inglês, como se aqui não tivessem escolas, reclama do governo Colombo, do qual é vice por não ter vez nem voz. É de se perguntar porque não deixou a vaga para outro? Porque o PMDB não teve candidatura própria? Deixou o partido se tornar um PFL da vida. É mesmo um bando de safados.

Eduardo Pinho Moreira, vice-governador: "Eu não mando nada nesse governo, sou periférico"

Eduardo Pinho Moreira, vice-governador: "Eu não mando nada nesse governo, sou periférico"

Vice-governador reclama da falta de presença do Estado no interior e se diz sem representatividade no segundo mandato de Raimundo Colombo (PSD)

Eduardo Pinho Moreira, vice-governador: "Eu não mando nada nesse governo, sou periférico" Charles Guerra/Agencia RBS
Eduardo Pinho Moreira afirma que chegou a pedir mais segurança após assassinato de médica em CriciúmaFoto: Charles Guerra / Agencia RBS
O brutal assassinato da médica Mirella Macarini Perucci provocou uma comoção em Criciúma e municípios do Sul. Foi mais um caso grave de violência na região. Mobilizou as entidades civis e autoridades municipais, que reclamam a presença do governo estadual.

Em Nova Iorque, onde se encontra realizando curso de Inglês, o vice-governadorEduardo Pinho Moreira (PMDB) foi acionado pelo telefone e pelo correio eletrônico inúmeras vezes depois da grave ocorrência. Ele está solidário, mas se declara de "mãos atadas", sem poder para agir.

Em entrevista pelo telefone, o político revelou que está isolado no segundo mandato deRaimundo Colombo (PSD), que o Sul está sem representativide e ele nada manda no governo.

DC – O que o senhor tem feito no governo contra a insegurança em Criciúma e no sul do Estado?
EDUARDO PINHO MOREIRA - Em primeiro lugar, depois do lamentável assassinato da médica Mirella Perucci, telefonei ao governador Raimundo Colombo, sobre a urgência em novas medidas de segurança. Falei com lideranças de Criciúma. O problema é que eu não mando nada nesse governo.

DC- Mas os problemas de Criciúma são antigos.
EDUARDO- Em dezembro de 2014, fiz uma reunião com as entidades organizadas, comandadas pela Acic, numa reunião para tratar das principais reivindicações. O resultado foi frustrante, porque foi sem direcionamento. As entidades alertaram que a situação era crítica e de alto risco. Repito: foi frustrante porque não houve nenhuma providência na área da segurança pública. Ao contrário, dois meses depois os bandidos tomaram conta de bairros de Criciúma. Fecharam tudo e não deixaram nem a Polícia entrar. A cidade está insegura, em clima de comoção geral. O próprio delegado Regional me procurou para também alertar que a situacão é muito crítica, com criminalidade crescente. Mas não houve nenhuma resposta do governo.

DC- Ninguém do governo fez nada?
EDUARDO – Só um fato. O presidente da Assembleia, Gelson Merísio(PSD), esteve em Criciúma, ligou na frente da imprensa para o Secretário Cesar Grubba, que prometeu instalar câmeras de segurança. Até hoje nem as câmeras colocaram. Está faltando ação de governo. É muito grave a criminalidade em Criciúma.

DC – O que o senhor disse de Nova Iorque ao governador?
EDUARDO – Eu enfatizei que precisamos de uma pauta posistiva para o Sul. Por exemplo, a obra mais importante para o sul é a Via Rápida de Criciúma. Acontece que a obra está parada há dois meses. A obra tinha a minha cara, é vital para o desenvolvimento da cidade. O sul está muito pouco representado no governo.

DC – Então o vice-governador não tem prestígio?
EDUARDO – Não tem! Neste segundo mandato está sem prestígio e sem poder. O que o sul tem no governo? A Ada de Luca está lá por uma condição da bancada estadual e porque o Raimundo gostou do trabalho dela. Temos o Acélio Casagrande, Secretário em Brasilia. E mais nada! Uma região que tem o vice-governador e não tem representação politica. Como vice-governador estou sem tinta na caneta.

DC – Mas o senhor não trata disso com o governador?

EDUARDO – Já te disse e repito: estou sentindo uma grrande decepção, profunda frustração. Eu também estou frustrado. Liguei para o presidente da Acic dizendo que sou solidário com as reivindicações. A sociedade do sul acha que eu sou o responsável. O problema é que eu não mando nada neste governo. Não mando absolutamente nada. O vice-governador é absolutamente periférico. Eu já disse isso ao governador.

DC – Quem é que impede que o vice-governador trabalhe por sua região?
EDUARDO – Ninguém respeita nem o vice-governador. Pediram de Criciúma uma palavra do secretário de Segurança, Cesar Grubba. A resposta do assessor do gabinete foi: “Isto é problema de voces”. É tudo muito complicado. O governo tem que se mexer. Criciúma entrou em convulsão com a morte da médica. Conheço os pais da médica há mais de 30 anos. Há uma grande revolta na cidade. É necessário presença e ação de governo.

Oxford participa da Brazil Promotion Day em Curitiba



Com mais de 60 anos de história, a Oxford nasceu em São Bento do Sul (SC) e firmou seus pilares em valores como design, tecnologia e inovação. A melhora contínua do seu processo produtivo resultou em um upgrade da porcelana, elevando-a a SuperWhite (super branca).No dia 29 de abril, a indústria catarinense Oxford Porcelanas S/A participa da versão itinerante da Brazil Promotion, maior feira de Marketing Promocional do país, em Curitiba. Chamada Brazil Promotion Day, a Oxford levará ao evento sua marca Oxford Promocional, cujos produtos atendem ao segmento de promoções e marketing. Louças Interativas, como canecas com receitas e ramequins, além de cristais e louças temáticas serão apresentadas no dia do evento. Além disso, a Oxford Promocional disponibiliza em seu site um simulador de personalização online das peças. Veja site:www.oxfordpromocional.com.br.
Mas as mudanças foram além da estética, levando em consideração a saúde e seu impacto ambiental. A Oxford Porcelanas é atóxica, certificada pela rigorosa norma California’s Preposition 65, que está muito acima dos padrões exigidos pelo mercado brasileiro quanto à liberação de metais pesados que são nocivos à saúde.
Fornecedora de confiança do s
Fornecedora de confiança do segmento, um dos projetos da Oxford foi realizado para a rede de restaurantes Spoleto. A Oxford foi procurada para produzir os pratos de porcelana da nova coleção “Cidades da Itália”, lançada em todo o Brasil pela empresa, e produziu 200 mil peças que foram distribuídas nos 337 restaurantes da rede.
Participam da Brazil Promotion Day fornecedores do setor promocional que levarão novidades e lançamentos em produtos e serviços para campanhas, eventos, ações promocionais e de merchandising no ponto de venda. Estão previstas ainda palestras gratuitas e beneficentes sobre tendências de marketing promocional.
OXFORD NA BRAZIL PROMOTION DAY
Data: 29/04/2015
Horário: 10h às 20h
Local: Centro de Eventos Sistema FIEP – Atrios
Av.: Comendador Franco, 1341 – Jardim Botânico – CEP: 80215-090
Curitiba – PR
Visitação gratuita
http://www.brazilpromotion.com.br/day/curitiba.asp
Sobre a Oxford 
Fundada há mais de 60 anos em São Bento do Sul (SC), a Oxford Porcelanas S/A é a maior fabricante de porcelana e cerâmica de mesa da América Latina, e desde 2010 fabricante do puro cristal feito a mão da marca Oxford Crystal. Atua no mercado a partir do conceito de sustentabilidade, que permeia todas as suas atividades, passando pelo compromisso com a qualidade e responsabilidade social. Produz aparelhos de jantar, chá, café, taças, copos e complementos através das marcas Oxford Porcelanas, Oxford Daily, Oxford Crystal, Oxford Promocional e Biona. Suas peças são encontradas em lares de todo Brasil e em mais de 60 países. Sites: www.oxfordporcelanas.com.br / www.oxfordpromocional.com.br

Semeador: um show de talentos e de solidariedade


A Sociedade Desportiva Bandeirantes lotou, na quarta-feira à noite (30), para a 12ª edição do Semeador. No palco, dezenas de artistas, entre músicos, poetas e instrumentistas de São Bento do Sul, deram um verdadeiro show.
Dando início ao evento, subiram ao palco os alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), que arrancaram sorrisos e aplausos dos presentes. A entidade foi escolhida pelos organizadores para ser beneficiada com os recursos arrecadados com o evento. “Os recursos serão utilizados para a finalização do projeto preventivo de incêndio, importante para a segurança de todos que frequentam a sede da instituição”, contou a presidente a Harriet Hackbarth.
Harriet falou sobre a importância do evento e agradeceu a todos os apoiadores, artistas e público. “Recebam 150 abraços de muito obrigada”, destacou, referindo-se ao número de alunos atendidos na Apae.
Subiram ao palco: Simone Aparecida Kerscher; Cantata da Escola de Música Donaldo Ritzmann; Rosemary do Prado Urbanski; Leandro Panneitz; Donald Malschitzky; Ivana Lampe; Aparecido Vasconcelos; Márcio Brosowsky; Danny Charão; Luciana P. Berkenbrock; Grey Endner; Duo Edson Worell & Rafael Sluminsky; Pedro Mota; Reinaldo Voltolini; Grupo Vocal a 4; Marília Scheffer; Mauro Adada; Isma Steiner; Rafael Buchmann; e Vitor Buchmann.
Viviane Miranda

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Evita do Carmo

Dizem que todos os problemas de Evita do Carmo foram ocasionados pelo desamor que tinha ao amor. Vinha levando a vida como um simples anexo, apêndice, contíguo, adendo, enfim, uma sombra anêmica dos seus desejos embaçados. Até em seus vestidos faltava a convicção das cores. O olhar, a pele e os cabelos eram de um foscamento existencial sem fim. Vivia ela de lembranças de coisas não vividas, de chances perdidas, de tantos talvez, quem sabe um dia, agora não é o momento, coisa e outra me impede. Faltava à Evita do Carmo encarnar um certo brilho, uma certa cintilância e ousadia de alma. Desconhecia os efeitos do clarão do amor. Seu corpo esmaecido foi encontrado desmaiado para sempre. (A Fiandeira de Réquiens - Zira Ziels). 
Quantas Evitas você conhece ou conheceu?

Colombo: "Modelo político está podre"


O governador Raimundo Colombo fez contundente discurso em defesa de urgentes mudanças no lançamento da campanha “Santa Catarina faz a diferença”, patrocinada pela Assembleia Legislativa e que começa a ser veiculada na mídia estadual neste fim de semana.
– O sistema político é ruim. O modelo acabou. O povo quer reforma politica. O modelo está fracassado, está podre – afirmou ao constatar que o custo do Estado hoje é incompatível com as necessidades da população.
Depois de enaltecer as qualidades do povo catarinense e o diferencial do Estado na atual conjuntura, apoiou a campanha dizendo que seu objetivo é proteger os empregos e manter índices de crescimento. Para ele, a crise no setor público é muito maior do que na área privada.
– O povo é forte, é bom e sabe vencer desafios como poucos – prosseguiu ao esclarecer que a campanha publicitária pretende evitar que a crise naciona contamine a economia e a população catarinense.

Lucas Andrei abre novo atelier

LUCAS ANDERI ABRE NOVO ATELIER E RECEBE FAMOSAS

Na tarde de ontem, terça-feira, dia 28 de abril, o estilista Lucas Anderi abriu seu novo atelier nos Jardins. O agito contou com a presença de famosas como: Maria Casadevall, Monique Alfradique, Marcelle Bittar, Hortência e Antonia Fontenelle que conferiram os vestidos de noiva e festa em primeira mão.


Crédito das fotos: Fabio Zanzeri




Visualizar o anexo Maria Casadevall e Lucas Anderi_0022.jpg
Visualizar o anexo Maria Casadevall_0007.jpg
Visualizar o anexo Mauro Carvalho_0002.jpg
Visualizar o anexo Monique Afradique_0005.jpg
Visualizar o anexo Nadine Romanos e Nair Romanos_0002.jpg
Visualizar o anexo Nathalie Alvim_0007.jpg
Visualizar o anexo Nazih Franciss_0003.jpg
Visualizar o anexo Patricia Ivanoff_0003.jpg
Visualizar o anexo Priscila Bernardi e Bibiana Paranhos.jpg
Visualizar o anexo Renata Bernardo e Thiago Marreiro_0001.jpg
Visualizar o anexo Roberta Pedreschi e Camila Braghiroli.jpg
Visualizar o anexo Samara Costa e Luara Costa_0003.jpg
Visualizar o anexo Vinicius Favale_0002.jpg
Visualizar o anexo Antonia Fontenelle_0002.jpg
Visualizar o anexo Babi Leite e Flavia Santos_0002.jpg
Visualizar o anexo Camila Piccini_0003.jpg
Visualizar o anexo Carol Mantuan e Mari Dedivitis_0001.jpg
Visualizar o anexo Carol Montenegro e Caroline Zanin_0001.jpg
Visualizar o anexo Carole Crema.jpg
Visualizar o anexo Charles Audi Cateb e Jenniffer Bresser.jpg
Visualizar o anexo Chef Natalia Ebone_0003.jpg
Visualizar o anexo Cris Aranha.jpg
Visualizar o anexo Cristiane Caldo e Nathalia Thierch_0001.jpg
Visualizar o anexo Daniel Santos, Roberta Santos e Frederico Mendonça_0002.jpg
Visualizar o anexo DJ Reggie_0002.jpg
Visualizar o anexo Entrada da loja.jpg